quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Eye and teeth killer

Heyheyhey!

Bem, hoje fui ao dentista e sem duvida que eu sofro um bocado com aquilo. Só o som das brocas e a vibração daquilo põem me logo doente! Mas pronto, bendita seja a pessoa que inventou a anestesia, pois sem ela eu estaria desgraçada da minha vida. 


Bem, esta imagem sem duvida que descreve o que se passou lá dentro! Gosto especialmente do pormenor do Saw:)
Isto significa que saí de lá com metade da minha cara dormente, até ao nariz! Não sentia o nariz! 
Quando cheguei ao pé da minha mãe:

Eu: Bem, é que não sinto mesmo o nariz! Olha é hoje que faço aqui um piercing! Sempre quis um e hoje que tenho o nariz anestesiado, nem doer vai!Olha aproveito e faço já um no lábio, também está anestesiado!
Mãe: ( Lança-me um olhar de atreve-te-e-passas-a-dormir-na-casota-do-cão) Ok, fazes o que quiseres.
Eu:...estava só a brincar! Não precisas de me matar mentalmente!
Mãe( comentário cliché em mães) : Tu fazes o que quiseres, mas depois não te queixes!

No fim disto, fiquei mesmo convencida de que a minha ironia estava a funcionar mal! Eu? Piercing? Só de ver agulhas fico logo a bater mal! Até quando é para dar sangue fico horrorizada, quanto mais!

E a voltar para casa, parámos numa passadeira para deixar um homem passar e ele parou no meio da passadeira e lançou-nos um olhar matador, mesmo mau! Mas porquê? Nós parámos! Até que cheguei á conclusão ( extremamente provável  sem duvida) de que deve ser um sujeito que vai para as passadeiras, depois do trabalho, matar os condutores com o olhar para descarregar mau humor. Só hoje, quantas vezes já deve ter passado ali? Primeiro achei piada á ideia, mas talvez até seja terapêutico descarregar nos outros "ocularmente". Eu sei lá, a crise exige adaptação e se há quem se safe assim, bom para eles.


Foi mais ou menos esta a cara que o homem fez! Ai, não resisti! O olhar "bie-killer"

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

SAG awards!

Hoje descobri que houve uma entrega de prémios, os SAG (Screen Actors Guild) Awards e fiquei super feliz, porque tal como a maior parte das mulheres, gosto de ver o que as celebridades vestiram e avaliar. Para além disso, fiquei mesmo feliz porque uma das minhas séries preferidas, Game of Thrones, ganhou um prémio de, e passo a citar, "OUTSTANDING ACTION PERFORMANCE BY A STUNT ENSEMBLE IN A TELEVISION SERIES". E  sim, confirma-se que, de facto, o que não falta para lá é acção e batalhas e espadas e essas coisas de maneira que, no final, dá-me é para ter pena dos cavalos no meio daquela confusão toda.
Enfim, retornando ao motivo deste post, cá vão algumas das celebridades nos seus maravilhosos vestidos:


Há pouco tempo fui ver Os Miseráveis e adorei a Anne Hathaway, de maneira que ultimamente a tenho tido num pedestal. E mesmo tentando ser imparcial, continuo a gostar imenso do vestido, especialmente da parte de cima, adoro aquela transparência inicial e cai-lhe lindamente. Outra situação a abordar é o cabelo e, apesar de ela estar completamente diferente, fica-lhe muito bem e com este penteado fica perfeita. Ela ganhou o prémio de, passo a citar novamente, "OUTSTANDING PERFORMANCE BY A FEMALE ACTOR IN A SUPPORTING ROLE", pelo papel de Fantine n'Os Miseráveis.

Ok, eu não sei o que é que deu á Naya Rivera para aparecer com uma coisa destas vestida! Adoro-a a cantar, mas mesmo vestida de cheerleader estava melhorzinho. O decote está simplesmente errado!


Foi a primeira vez que vi esta pessoa em toda a minha vida ( agora já sei quem é, é a Kiernan Shipka, tem 13 anos - a serio??? Quem diria, hein! - e entra na série Mad Men), mas sem duvida este é o vestido que mais gosto de todos os que vi desta entrega de prémios. Tem um ar super fresquinho e um corte muito elegante.

 A Amanda Seyfried é dequelas pessoas a quem basicamente tudo fica bem, por isso está lindissima, mas o vestido não é nada de mais, nem nada de inovador ou diferente.


 Ok, Jennifer, eu adoro-te, mas porque razão é que foste para a entrega dos prémios com os cortinados enrolados ao corpo?

E , para terminar de maneira grandiosa e feliz, cá vai: Eddie Redmayne!



Também d'Os Miseráveis, onde fez o papel do jovem revolucionário Marius. Pois bem, eu não sei, mas acho que deviam criar um prémio só para lhe dar!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Shiny!






 (Não resisti! Tive de pôr aqui esta fotografia! Afinal de contas, ele e as purpurinas têm bastante em comum!)

  




My precious.... muahahahaha!

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

French=Romantic

"Sans toi, les emotions d'aujourd'hui ne seraient que la peau morte des emotions d'autrefois."

Sem ti, as emoções de hoje não seriam nada mais que a pele morta das emoções de outrora.
Le fabuleux destin D'Amelie Poulain




Encontrei esta frase e ainda me deu um bocado que pensar, porque quando se lê logo á primeira não dá para perceber o seu significado (pelo menos comigo foi preciso ler duas vezes). É muito adorável e romântica, expressa mesmo o marco que alguém pode ter na nossa vida, ao ponto de condicionar tudo o que sentimos daí para a frente. No entanto, em francês tem sempre outro ar, muito mais...talvez intemporal e místico.

Aliás, porque é que o romance está tão associado aos franceses? Paris é considerada uma das cidades mais apelativas para questões de romance (até no Ratatui é mencionado, e o Ratatui não se questiona!), a própria língua  os croissants, as boinas, a musica com concertina... não sei mas a maior parte das pessoas faz esta associação. Deste modo, aparentemente, Paris é a cidade do amor (  para além das luzes, claro) porque todos os anos, milhões de pessoas lá vão para passar umas férias românticas e encontrar o cenário perfeito para, em seguida, voltar para casa felizes e espalhar a palavra. Paris, basicamente, só por si é uma marca; you mention the name and it definitely does ring a bell.





Já eu, fico feliz com uma boina, um croissant e uma torre eiffelzinha! Está sem duvida na minha lista de sítios para visitar.



Edith Piaf - La vie en rose

domingo, 20 de janeiro de 2013

Real horror!

Boa tarde!
Ontem á noite na tvcine2 estava a dar "A mulher de negro" e como é com o Daniel Radcliffe e é um filme de suspense  resolvi dar uma oportunidade á coisa. Apresento-vos a mulher de negro:


Ora bem, eu adoro filmes de terror, não há nada como um bom susto para a saúde mental da pessoa, no entanto eu apresento reacções bastante...violentas, por assim dizer:  não é que me assuste muito, mas quando me assusto, assusto toda a gente á minha volta.
Cada vez que a bendita da senhora de negro aparecia, eu mandava um berro...E não há como evitar! Uma carinha laroca daquelas combinada com musica maravilhosamente sinistra nem poderia dar outro resultado. Assim sendo, o meu irmão disse-me: "O filme até se vê bem e nem assusta muito, os teus berros é que metem imenso medo!" I'm sorry, no can do! Ver filmes de terror comigo é sempre assim: podem pôr tripas e entranhas por todo o lado, que eu não ligo, mas porem senhoras sinistras a aparecer do nada, numa casa sinistra e com musica sinistra, lamento, mas é esta a reacção prometida!


Fiquei ainda a pensar no que seria o vilão de um filme verdadeiramente assustador, e no meu caso, teria de ser um palhaço, mas estilo boneca de porcelana, com um ar muito perfeitinho e os olhos muito abertos...só de pensar... Sim, porque eu odeio palhaços, são tão assustadores! E as bonecas de porcelana parecem-me crianças empalhadas, e é por isso que quando me ofereceram uma no meu aniversario há bastantes anos, eu a escondi e nunca mais pretendo olhar para ela. Agora, imaginar tudo isto a aparecer numa casa abandonada, com musica macabra...ui, aí era o fim!
Aliás, porque razão é que as personagens dos filmes de terror têm sempre o mesmo tipo de atitude: "Oh, eu ouvi um som assustador/vi uma sombra esquisita/vi um cemitério, logo vou investigar!" A probabilidade de alguém fazer isto na realidade é bastante reduzida, quer dizer, claramente algo de mau e macabro está a acontecer e nós vamos nos meter lá no meio? No way! Eu até gosto de viver, obrigada mas dispenso!


A lição importante que eu aprendi foi que, portanto, quando virem um fantasma/sombra/palhaço-boneca de porcelana, não se metam com ele/ela e não tentem dar uma de ghost whisperer, porque vai correr mal; Quando virem uma casa macabra/cemitério macabro á noite, não se armem em campiões-que-não-têm-medo-de-nada, só ignorem e continuem a andar. Estes são os conselhos que tenho para as vitimas dos filmes de terror, que ainda não perceberam o esquema :p

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

At last!


Bem, hoje regressei dos mortos! ( não literalmente, claro, mas tenho andado morta e a desfrutar de uma relação poligama com o cafe e os livros ultimamente - de facto a natureza humana não se contenta com apenas um objecto de afeição, eu nunca conseguiria optar por apenas um dos dois)

Fiz hoje uma prova de Algebra, que é daquelas coisas que eu não percebo muito bem para que é que serve... sei lá, imaginem que aparece uma matriz em plena estrada! Ia ser um escândalo  Toda a gente tem o dever de lhe aplicar um método de eliminação de Gauss! They're evil, really...



Enfim, agora que esta fase de peste negra moderna/exames está quase a acabar, as cores regressam á minha vida, pareço uma autentica branca de neve de um lado para o outro a cantarolar (sem os animaizinhos e não tão bem como ela, mas a intenção foi a melhor)! 



"The Hills are alive" - The Sound of Music


domingo, 6 de janeiro de 2013

Trança!

Hoje a palavra do dia é trança! E podem achar que estou maluca, mas depois de três dias passados enclausurada em casa a estudar para os maléficos exames que se seguem durante a minha semana, tenho todos os motivos para começar a delirar.
Então, isto da trança hoje vai ser o tema porque pela primeira vez na minha vida consegui fazer uma trança  (A MIM MESMA! Inédito!) deste género (este não é o meu cabelo- apesar de andar passada, ainda não o pintei de loiro):



Foi muito complicado, a meio tive de apoiar os cotovelos na mesa porque já não tinha força para ter os braços levantados, mas no final consegui, e á conta disto já exercitei os braços.


Falando em tranças, estas também abundam no contexto gastronómico e eu adoro tranças, basicamente todas, mas as minhas preferidas são sem dúvida as que levam frutos secos no seu interior ( adoro passas e nozes). Sabem sempre melhor no Natal.



Para finalizar o dia da TRANÇA, Entrelaçados! É um filme da Disney , sobre a Rapunzel e é super engraçado. Eu já o devo ter visto uma dezena de vezes, e adoro. 















E este foi o dia da trança! Beijinhos da Fi:D