domingo, 24 de fevereiro de 2013

Crescimento

Bonjour!!!

Hoje estive a pensar sobre a maneira como o nosso ponto de vista sobre as coisas muda tão radicalmente quando crescemos.


A sério! O mundo não mudou, o que mudou foi o nosso mundo. Em crianças, é tudo tão simples e pudemos confiar em tudo e toda a gente com quem nos damos, porque a nossa vivência está tão limitada e vedada a determinadas coisas, que tudo o que conhecemos é um mar de rosas, como se tudo fosse super claro e vivo.

Agora, tudo está na mesma, mas já temos a noção de como o jogo funciona. Já começamos a ter mais noção das regras e das rasteiras do jogo. E a vida deixa de ser tão clara e fácil; aquela sensação de angustia na garganta torna-se mais familiar, porque apesar de não ser constante, já é conhecida. Temos de sair da nossa zona de conforto e desenrascar-nos sem os limites que tínhamos antes e sem termos o pai e a mãe sempre a aparar as nossas quedas, e isso custa.

E é precisamente porque custa que temos de treinar a nossa independência  mesmo que o peito se queixe de angustia e desconforto. Até porque um dia, nós é que vamos estar no lugar dos nossos ídolos e dos nossos pais e aí temos de agir como adultos, o que parece nesta altura extremamente improvável e difícil de acontecer. Mas o tempo faz milagres e todos vamos crescer um dia.

                                           Urge Overkill - Girl you'll be a woman soon

Nenhum comentário:

Postar um comentário