terça-feira, 16 de abril de 2013

Atentados em Boston

A sério, onde o mundo chegou!
É que realmente há pessoas que merecem mesmo sofrer, porque passaram a vida a arruinar vidas e a provocar mais sofrimento. Então porque é que aqueles que mais merecem tudo de bom que o mundo tem para dar é que acabam sempre por sofrer as consequências?

...isto deixa-me mesmo revoltada! Então hoje li uma noticio n'O Publico sobre os atentados em Boston, que me deixou corroída de raiva por dentro!

"Chamava-se Martin, tinha oito anos e estava junto à meta da maratona de Boston à espera do pai. Tinha um prémio para o compensar do esforço. O pai chegou finalmente, ele abraçou-o e voltou para junto da mãe e da irmã. Segundos depois, foi apanhado na primeira explosão. Martin é uma das três vítimas mortais dos ataques desta segunda-feira. A mãe e a irmã ficaram gravemente feridas.

Não importa quanto tempo se demora a chegar, mas quando se corta a meta é sempre uma euforia. Tanto para quem corre como para quem fica a aplaudir. Seria esse o estado de espírito de Bill Richard quando chegou ao fim. O abraço do filho terá sido o único prémio que recebeu, até porque o relógio da maratona já marcava 4 horas, 9 minutos e 43 segundos. Os principais atletas profissionais tinham cortado a meta há hora e meia. Segundo o The New York Times, faltava um quarto dos cerca de 27 mil inscritos, sobretudo atletas amadores, com menos ritmo e que, por isso, demoraram mais a chegar ao fim.

Martin esperava o pai, ao lado da mãe e da irmã mais nova. Avançou para o abraçar e depois voltou para junto delas, enquanto o pai continuou a andar – parar é a pior coisa a fazer depois de correr 42 quilómetros. Foi então que a primeira bomba explodiu, eram 14h50 (hora local). Doze segundos depois, a segunda explosão. O menino morreu logo, a irmã perdeu uma perna, a mãe ficou ferida com gravidade e ambas continuam internadas."




... a sério?! Sinceramente, não há alturas que me deixem mais tentada ao ateismo que isto! 
Como é que Deus deixa que isto aconteça? Como é que o próprio universo permite isto?
Eu sei que talvez seja eu que estou a delirar ao fazer perguntas estúpidas, mas isto não faz sentido...

Nenhum comentário:

Postar um comentário